© 2023 por Fazendo Barulho. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • YouTube Clean Grey

NikeWomen Victory Tour

14.04.2016

NikeWomen Victory Tour, a série de eventos só para mulheres da Nike acontece no mundo todo, teve sua edição brasileira nesse último domingo na cidade maravilhosa e eu tive a sorte de participar. Sorte mesmo, porque dependeu dela! Quer saber como foi? É só continuar lendo ;)

No fim de janeiro, por ser usuária do aplicativo NikeRunning, recebi o primeiro e-mail na Nike informando sobre a NWVT Rio (vou abreviar porque vou escrever esse nome bastante rs). Evento que já aconteceu em várias cidades como Paris e Nova York, seria no Rio de Janeiro com uma meia maratona e um treino funcional do Nike Training Club (NTC). E é claro que a meia maratona já fez meus olhos brilharem. Eu deveria me inscrever, cumprir um mínimo de treinos utilizando o aplicativo e aceitar o regulamento que deixava claro: se o número de inscritas que cumprirem o mínimo de treinos for maior que 1.000, haverá sorteio. Nunca fui uma pessoa de muita sorte, daquelas que não ganhava nem frango assado no bingo da quermesse, por isso me inscrevi na Meia Maratona e no treino funcional para aumentar as minhas chances. 

Cumpri a planilha de treinos e, no dia da mulher, data propositadamente escolhida pela Nike para nos enviar a confirmação de participação, eis que recebo um e-mail:

Afobada que sou nem li direito e já veio aquele balde d'água fria. Poxa, sorte não é comigo mesmo. Até que eu volto pra minha caixa de entrada eeeeee... que rufem os tambores!!!!

O primeiro e-mail era sobre o NTC! rs! UFA!!!!! Nem acreditei! Eu seria uma das mil mulheres a participar desse evento que já prometia demais! Que responsa... Correr parte do percurso maratona olímpica é pra poucos. Fiz minha inscrição correndo e comecei a ler as informações do regulamento procurando detalhes sobre o percurso, kit, custo... e nada. Tudo nebuloso ainda. Mas, PERAÍ! É DE GRAÇA? Sim, foi de graça! E então eu comemorei mais ainda! Hahahaha!

Como a participação dependeu de sorteio, muitas de nós fomos sorteadas alone in the dark, sem companhia de pessoas conhecidas, mas logo encontrei meninas tão alone quanto eu nas redes sociais e formamos grupos no WhatsApp =)

Mantive a rotina de treinos até a prova, inclusive fiz um longão de 23km duas semanas  antes, e estava bem confiante. A ponto de me perguntarem se eu tava preparada e eu responder com certeza que sim, coisa que nunca aconteceu.

Cheguei no Rio na madrugada de sexta pra sábado, dormi até o meio dia e fui retirar o kit. Das coincidências que só acontecem comigo. Enquanto aguardava na fila de retirada, uma das meninas de um grupo de Whats que eu estava manda uma foto...

Essa é a Luciana, que é do SERGIPE e eu nunca tinha conhecido ninguém de lá, e corre pra caramba. E eu sou a menina de amarelo! rs! Depois conheci também a Alessandra, que é da Paraíba.

 Mulherada veio de longe!!!

 

Durante o sábado antes da prova a Nike organizou uma programação de tirar o chapéu. Manicures, cabeleireiros, exposição de tênis e do novo uniforme olímpico da seleção brasileira e uma série de palestras. Assisti a da Fernanda Keller e da Izabel Goulart. A Fernanda é SÓ uma triatleta que já competiu o IronMan por 22 anos seguidos  e a Izabel Goulart é só uma modelo que já foi Angel da Victoria Secrets. Tá bom pra vc? A Izabel contou como coloca a corrida na sua rotina maluca de modelo e é treinada pela Fernanda. Foi bem legal =)

 Fernanda Keller e Izabel Goulart

 

Várias outras palestras aconteceram durante a tarde mas tava um calor tão grande que preferi ir à praia. Me arrependi de não ter visto a do Vanderlei Cordeiro de Lima, mas a praia tava boa também ;) 

 Continua lindo ;)

 

À noite, haveria um jantar na casa de amigos dos amigos da casa em que eu dormi no Rio. Cheguei lá, era uma festa e o prato da noite era sopa de mariscos. Preferi não arriscar comer nada diferente do habitual na véspera da prova, fui embora e jantei comida mesmo. Ossos do ofício de corredora, rs.

Acordei no domingo às 6h, já tava calor, e fui para o Sambódromo, local da largada e a chegada da prova. Logo encontrei a Analu, a minha xará Van e a Chris, também do grupo do WhatsApp! Pra passar a ansiedade, tiramos várias fotos! rs

 

 Chris, Analu, eu e a Van xará

 

A largada foi precisamente às 8:14h com o sol sob as nossas cabeças. Me perdi das meninas e comecei o percurso no gás, o que não foi uma boa estratégia. Mantive o pace (tempo que levo para correr 1km) variando entre 5:40 e 5:45min/km, que estou acostumada a correr quando corro 10km. O percurso foi LINDO! Do Sambódromo ao  Aterro do Flamengo passando pelas ruas do centro do Rio, pelo Museu do Amanhã, com vista para o Pão de Açúcar e o Cristo! Pouco antes de completar a metade da prova, o Cristo Redentor tava ali, na nossa frente, e confesso que ver essa imagem naquela hora foi um boom de motivação a mais:

 To melhorando minhas habilidades de fotografar durante a corrida ;)

 

 Pão de Açúcar ao fundo =)

 

Havia postos de hidratação de 3 em 3km, e eu pegava um copo de água para beber e outro para me molhar. Ainda assim, o calor castigou demais. Pra ajudar, no quilômetro 15 aconteceu algo que  eu já previa mas torcia para que não acontecesse: a bateria do meu celular acabou. Nunca imaginei que isso fosse me desestabilizar tanto. Sabe quando algo sai do roteiro e você trava? Isso aconteceu comigo. Perdi o ritmo. Perdi a motivação sem música. De repente era eu... e eu. Percebi que por mais que eu tenha feito treinos de subida, velocidade e distância, acabei me esquecendo do treino principal: o treino da mente. Várias perguntas passaram pela minha cabeça. "O que eu tô fazendo aqui?" "Eu preciso mesmo passar por tudo isso?". E foram-se os 6km mais sofridos de toda a minha vida.

Sucumbi à fadiga e comecei a andar por volta dos 19km. Até que passa por mim uma menina chamada Jade, dizendo: "VAMO! Eu preciso entregar essa meia sub 6'10'' para a minha amiga que se machucou! Vamo!". E eu fui. Correr por mim, ali, naquela hora, já não era o bastante, eu precisava de outro fator para me motivar, então que seja a amiga da Jade. Passei por uma outra mulher que andava e tentei puxá-la também: "Vamos, falta pouco". Ela respondeu  "vamos", olhando pra minha cara com uma expressão de "vai você!" e não deu a mínima pra mim. É, acho que não foi dessa vez.

Quando virei a esquina pra entrar no Sambódromo novamente, a emoção dominou meu corpo. Comecei a gritar e não parei mais.  Vi o Ruivo, pacer da Nike, e lembrei do que ele me falou uma vez em um treino do Vem Junto que participei: "antes de desistir, se pergunte pelo menos três vezes... você realmente não aguenta mais?". E eu aguentava. Ele me puxou num ritmo fortíssimo nos meus metros finais e eu nunca gritei tanto em toda minha vida. 

 

 

Cruzei a linha. Os 21km mais sofridos até hoje em que os meus principais obstáculos foram o calor e eu mesma. Vi a Fernanda Keller, também gritando e torcendo por todas as meninas que chegavam e dei um Hi-Five nela (enquanto ainda gritava hahahaha)

 

 

Fiquei tão extasiada em completar que nem reparei nos modelos que entregaram a medalha mais linda que já ganhei até hoje...

 

Eu tinha uma meta de cumprir o percurso em menos de 2h que vai ficar pra próxima. Fiz em 2:08 o que pra mim já tá ótimo dadas as condições da prova. 

Os aprendizados que essa corrida me trouxe vou levar pro resto da vida. Não basta trabalhar o corpo e fortalecer os músculos. Quem comanda tudo é a nossa mente. Isso ficou muito claro pra mim. Trocar a bateria do celular e comprar um relógio que marque o ritmo também são pontos a se considerar, rs.

Depois de tanto esforço, fui curtir minhas regalias. Fiz uma trança com a cabeleireira, fiz crioterapia (entrar num tambor de gelo =, dói pra CARAMBAAA!) e assisti aos shows da Bateria da Mangueira, Seu Jorge e Zé Pretinho.

Aproveito a oportunidade para agradecer todo mundo que me incentivou, às meninas do WhatsApp, ao Diogo pela companhia e apoio de sempre, Nuno e Zezé pela hospedagem, aos pacers da Nike que me puxaram ao longo do percurso, ao Ruivo em especial pelo fim de prova mais emocionante que já tive e à Nike pela oportunidade, estrutura e evento incrível! Ano que vem tem mais? Foi um fim de semana inesquecível =)

Um beijo pra minha mãe, pro meu pai, pro meu irmão, pra minha irmã, pra Xuxa, pra Sasha e outro especialmente pra vc!

  

Please reload

Modalidades