© 2023 por Fazendo Barulho. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • YouTube Clean Grey

Vença a preguiça

20.05.2016

 

Sabe aqueles dias em que você queria ser um urso e hibernar até o verão voltar, vivendo apenas da energia que já acumulou? Ou aquele dia em que parece que você escreveu Lazy Song junto com o Bruno Mars de tanto que a letra se encaixa na sua realidade? Pois é, esses dias têm sido muito comuns pra mim. Muito mesmo, ainda mais agora com o friozinho. Preguiça dos treinos na rua, preguiça da esteira (mais do que nunca), preguiça da musculação. Nem o fato de eu ter uma meia maratona pra correr domingo tem me motivado a treinar quanto deveria ultimamente. Pra ser sincera, eu tava com preguiça até de escrever esse post. Mas resolvi expor alguns artifícios que tenho usado para tentar vencer a preguiça pois imagino que deve existir mais alguém sofrendo mesmo mal (#tamojunto!) Quem sabe assim você consegue me ajudar também ;)

 

Seguem as dicas para levar sua preguiça pra dar uma corridinha com você... ou largá-la no sofá e ir treinar sozinho mesmo. 

 

1) Não pense muito antes de treinar

Quarta-feira eu tive a possibilidade de treinar de manhã, antes do trabalho. Programei o despertador para as 6 horas, ainda enrolei uns 5 minutos para acordar mas logo levantei. Vi que o tempo não tava bom, mas me agasalhei, tomei meu café e saí pra treinar. Acho que acordei de verdade só depois de ter corrido um ou dois quilômetros. Se eu tivesse pensado um pouquinho mais antes de sair, provavelmente teria desistido. "Ahhh, mas tá frio...", "Ahhhh, só mais 5 minutinhos...", "Ahhh, deve chover logo", e pronto, meus 7km do dia não teriam existido. Nosso cérebro é preguiçoso pra algumas coisas, mas pra arranjar desculpas ele é ótimo. Se você pensar muito, vai logo arranjar 92948 razões para não ir. Então, nem pensa, só vai ;)

 

2) Não dê oportunidade às tentações

No dia a dia, só consigo treinar à noite. Para evitar ter que vir a minha casa e dar de cara com o sofá ou a minha cama super convidativos para uma sonequinha, já levo comigo a mochila com as roupas da academia pela manhã. Assim que saio do trabalho, vou direto à academia (direto, direto não porque faço uma via sacra, mas enfim...). Nas poucas vezes em que passei em casa para me trocar, acabei dormindo na maioria delas.

Se imagine naquele antigo programa de TV do Silvio Santos...

Você trocaaaa sua cama quentinha por um treino na chuva?

NÃÃÃO!

Você trocaaaa uma série de abdominais por uma série no Netflix com chocolate quenteeee?

SIIIMMM!

Se você puder escolher, provavelmente vai querer as opções mais gordinhas, quentinhas e confortáveis. É óbvio! Por isso, não dê chance para as tentações. Xô Satanás!

 

3) Se presenteie ou se dê recompensas

Que tal comprar um casaco novo para os treinos no frio? Se dar alguns presentinhos do universo corredor podem te motivar a ir treinar para testá-los (pelo menos uma vez, né?! rs). Como não quero incentivar o consumismo de ninguém (já basta o meu), outras recompensas não-materiais pós treino também servem! Você dá um biscoitinho pro seu cachorro quando ele dá a pata, certo? Sua mãe dava um doce de sobremesa se você comesse toda a salada no almoço, aposto. A lógica é a mesma. Desde sempre, pequenas recompensas servem como motivação para fazermos coisas que não temos muita vontade no começo, mas com o tempo nos habituamos, pegamos o gosto pela coisa e de repente nem precisamos de recompensa nenhuma mais. Deixar um café da manhã daqueles, ou jantar gostoso pronto, te esperando pra quando voltar da corrida, é um ótimo motivador para você querer voltar mais rápido! (e comer tudo depois hahaha)

 

4) Estabeleça metas curtas

Pensar em correr 15km quando você não tá nem com vontade de sair de casa, assusta. Por isso, ao invés de pensar no longão que você precisa fazer, por que não quebrá-lo em etapas menores? Divida seu treino em 3 ou 4 subtreinos e vá. Faça o esforço de correr os primeiros 5 quilômetros. Se estiver bem quando acabá-los, continue. Correu 10 km? Ótimo! Já são 2/3 do treino! Agora só faltam mais 5 km. Viu como falta pouco? Mais 5km e seu treino de 15km será entregue. No fim das contas, só depende de como você programa seu cérebro. 

 

5) MUDE

Traga experiências novas para seus treinos e eles serão muito mais ricos e prazerosos. Mude o pace. Faça treinos intervalados, faça treinos de tiro, treinos leves e treinos fortes. Teste seus limites e veja do que seu corpo é capaz. Mude o ambiente. Só tem um trajeto para treinar? Tudo bem, experimente fazê-lo no sentido contrário! Troque a música! Mude sua rotina. Tente treinar em um horário diferente do que está habituado, ou fazer outras atividades físicas que não a corrida para manter o condicionamento físico. Às vezes a gente pega bode da corrida mesmo, acontece. Faça bicicleta, nade, faça elíptico, lute. Opções não faltam! E principalmente, mude sua cabeça

 

Não é fácil, eu sei. Se fosse, as academias estariam tão lotadas quanto no verão e não precisariam fazer planos especiais para o inverno. Todos nós temos dias ruins, dias sem motivação n-e-n-h-u-m-a. Se as dicas acima não funcionarem, se dê uns dias de descanso. Você merece também, afinal. Só não deixe que a preguiça seja maior que a sua determinação em melhorar a cada dia. E para melhorar, você precisa treinar. Tenho certeza que depois do treino, a sensação de dever cumprido vai valer a pena. Sempre vale. E você nem vai lembrar que tava com preguiça... (quem é que tava com preguiça de escrever mesmo?)

 

O único treino ruim é aquele que não aconteceu. E a única preguiça legal é a preguiça da foto  :D

 

Continue corrindo! =)

 

 

Please reload

Modalidades